Nova empresa passa a operar transporte público em Votorantim neste domingo (29)

Publicado por departamento de Jornalismo Cruzeiro FM 92,3 em 28/05/2022

A City Transporte começa a operar o transporte público municipal de Votorantim neste domingo (29), com promessas de melhorias. Inicialmente, a empresa vai atuar na cidade em caráter emergencial, pelo período de seis meses. Na terça-feira (24), a prefeita da cidade, Fabíola Alves, e o secretário de Mobilidade, Alfredo Pissinato Júnior informaram que a licitação para a concessão definitiva do serviço ocorrerá dentro desse período. Porém, na quarta (25), o Executivo votorantinense anunciou a suspensão do edital, para readequação e análise de uma impugnação. 

Com isso, a abertura dos envelopes com as propostas das concessionárias interessadas em assumir o transporte coletivo, prevista para quinta (26), foi adiada.

Segundo a prefeita, a liminar judicial que determina a continuidade das operações da São João no munícipio termina neste domingo (29). Assim, para evitar a falta de ônibus, o governo municipal decidiu pelo contrato de urgência. Ainda conforme ela, o processo licitatório para a contratação em definitivo de uma concessionária já está em andamento e perto de ser concluído. Ela disse que isso deve ocorrer até o fim ou antes do término do acordo com a City. Ou seja, em até 180 dias.

Contudo, a suspensão do edital pode atrasar o cronograma. O documento foi publicado no último dia 08 de abril. A seleção levará em conta, principalmente, a menor tarifa quilométrica, não podendo ultrapassar R$ 13,23.

Sem reajuste

A Prefeitura de Votorantim garantiu que a mudança não acarretará em reajustes das tarifas. Para manter os atuais valores, a administração municipal absorverá parte dos custos com a nova empresa.

Como estratégia, mudará o modelo de pagamento à empresa. Atualmente, é repassada uma tarifa por passageiro; a partir de agora, será por quilômetro rodado. A alteração encarecerá o contrato, pois o repasse mensal à City será R$ 650 mil mensais, enquanto, hoje, a São João recebe cerca de R$ 400 mil.

Mesmo assim, a municipalidade afirma que o novo acordo é mais vantajoso e econômico. De acordo com a prefeitura, no antigo, os custos mensais eram variáveis. Além disso, o valor do subsídio por usuário vinha aumentando desde o início de 2021. Agora, a quantia será fixa. Outro argumento apresentado foi o fato de, com a melhora da pandemia de Covid-19, o número de passageiros ter aumentado. Com isso, alega o Executivo, ficou inviável manter as condições anteriores. 

Informações Jornal Cruzeiro do Sul

Comentários
Tagueado como

Você está ouvindo

Cruzeiro FM 92,3 Mhz

A número 1 em jornalismo