Rodízio de água em Sorocaba teria que durar 9 meses para recuperar represa, analisa professor

Publicado por departamento de Jornalismo Cruzeiro FM 92,3 em 14/01/2022

O coordenador do grupo de crise hídrica do Comitê da Bacia do Rio Sorocaba e Médio Tietê, o professor André Cordeiro, participou hoje (14) do Jornal das 5 para falar sobre a crise hídrica.

O especialista afirma que a Prefeitura de Sorocaba demorou para decidir pelo racionamento no abastecimento de água, que começa na próxima segunda-feira (17).

Ele explica que o período de chuvas abaixo da média já começou no final de 2020 e por isso a capacidade da represa de Itupararanga foi caindo de forma drástica desde então.

Para ele, este ano de 2022 será de recuperação para o abastecimento de água e o ideal seria que o rodízio se estendesse pelo menos até o mês de outubro, que marca o final do período de estiagem.

O professor não acredita que a represa vai conseguir, nos próximos dois meses, recuperar a falta de chuvas que foi registrada em todo o ano de 2021.

O comitê, segundo ele, vem trabalhando desde agosto do ano passado nessa questão, época em que houve início de medidas específicas para amenizar o problema.

Ouça a entrevista!

Foto: Fábio Rogério/ JCS

Comentários

Você está ouvindo

Cruzeiro FM 92,3 Mhz

A número 1 em jornalismo