Editorial: O valor de uma obra (09/07/2021)

Publicado por departamento de Jornalismo Cruzeiro FM 92,3 em 09/07/2021

Recentemente, Sorocaba e região vêm obtendo boas notícias no que tange a obras de infraestrutura em estradas vicinais.

Há cerca de um mês, o vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia, entregou mais um lote de duplicação e melhorias em 50 quilômetros da rodovia Raposo Tavares, no trecho entre Itapetininga, Angatuba e Campina do Monte Alegre, no valor de R$ 233 milhões.

No entanto, naquela mesma ocasião, Rodrigo Garcia anunciou que outras obras em estradas da Região Metropolitana de Sorocaba como a do Ipatinga, que liga Sorocaba a Iperó, também seriam realizadas.

Obras de melhoria para essa estrada já vêm se desenrolando desde 2014 e, finalmente, agora, há indícios de que acontecerão.

Mais recentemente, em entrevista no Jornal da Cruzeiro, o prefeito de Araçoiaba da Serra, Doutor Quevedo, afirmou que o trecho da estrada Ipatinga, que liga o município que ele representa a Sorocaba, também passaria por obras.

Há muito tempo, moradores das duas cidades que utilizam aquela via como acesso entre os municípios, a fim de evitar o pedágio da rodovia Raposo Tavares, reivindicam essas melhorias.

Doutor Quevedo afirmou aos jornalistas que a parte dele será feita e que as conversas com o prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga, estavam bem adiantadas.

E, de fato, nesta semana, na quarta-feira, em sua entrevista semanal na Cruzeiro FM, o prefeito Rodrigo Manga anunciou, em primeira mão aos ouvintes da emissora, que daria início à primeira melhoria naquele trecho: a reconstrução de uma ponte.

Naquele mesmo dia, ele participou de solenidade ao lado do prefeito de Araçoiaba da Serra, com a presença de outras autoridades e representantes da iniciativa privada.

No início daquela tarde, Manga anunciou o início das obras de reconstrução da ponte naquela importante via.

A travessia fica sobre o córrego Ipaneminha, e a previsão é de que a nova passagem esteja concluída e operando em 60 dias.

A obra é uma parceria do poder público sorocabano com a iniciativa privada, por meio de ação mitigatória desenvolvida pela Magnum Construtora.

A empresa responsabilizou-se pela doação do material necessário para a execução do serviço, que estará a cargo das equipes das secretarias de Serviços Públicos e Obras e de Mobilidade e Desenvolvimento Estratégico de Sorocaba, além de equipes do Saae.

A nova passagem terá 10 metros de largura, o dobro da atual, com duas pistas e calçadas.

A intervenção vai compreender a instalação de 30 aduelas de concreto, de 3 metros de largura por 3 metros de altura, além da pavimentação da via, construção de guias, sarjetas e calçadas, plantio de grama e instalação de sinalização completa de trânsito.

A limpeza da área, inclusive, já começou nesta semana, com a remoção de mato.

Durante o evento, o diretor-geral do Saae Sorocaba, Ronald Pereira da Silva, comentou que os operários vão intensificar os trabalhos a partir da próxima segunda-feira, dia 12, e pediu atenção aos motoristas que transitam por ali diariamente.

Finalmente, depois de tantas reivindicações, da expectativa da mudança de governos para a realização dessa importante obra, as melhorias necessárias começam a ganhar formato, deixando o papel e ganhando o espaço in loco.

A situação das estradas vicinais na região de Sorocaba, bem como em qualquer outra região no Estado de São Paulo, era prejudicada pelas promessas políticas que nunca aconteciam, além da terrível mania do jogo de empurra-empurra.

O que era do Estado, deveria ser feito pelo Estado, e o que era dos municípios, ser feito pelos prefeitos.

Contudo, o melhor jogo não é esse e vemos que a união dos esforços de políticos aparentemente preocupados com a situação é que fazem com que certas situações ruins sejam corrigidas.

No entanto, não podemos deixar de citar que a iniciativa privada tem tido um papel preponderante em toda essa questão.

Apesar de muitos políticos buscarem na opinião pública o reconhecimento pela realização de obras necessárias, no final, quem tem investido nas mudanças são os empresários, em especial, do ramo da construção civil, como é o caso da Magnum.

É bem verdade, também, que a ação desses empresários ocorre em contrapartida, como medida mitigatória, por grandes empreendimentos que realizam, causando impactos de infraestrutura, em especial, no trânsito.

Assim, analisando todos esses interesses, tanto os políticos como os econômicos da iniciativa privada, modelados por uma legislação eficiente, mostra que um sistema funciona para a sociedade desde que seja feito de maneira competente e autossustentável.

Vale ressaltar aqui que todo o dinheiro investido pelos governos em obras de infraestrutura, por exemplo, são mérito da arrecadação do dinheiro de impostos pagos pela sociedade.

Portanto, governos sérios e comprometidos sabem como investir bem o dinheiro como forma de retorno à comunidade, embora se valham disso para fins políticos.

O importante nessa história toda é que as ações sejam concretizadas em benefício da população e é justamente desse lado que a Cruzeiro FM se posiciona, em defesa do bem maior: o cidadão.

Cruzeiro FM, número um em jornalismo!!!

Comentários

Você está ouvindo

Cruzeiro FM 92,3 Mhz

A número 1 em jornalismo