Papa pede a jovens para não viverem obcecados com “gostos” das redes sociais

Publicado por departamento de Jornalismo Cruzeiro FM 92,3 em 22/02/2018

O papa Francisco apelou hoje aos jovens que deixem de viver obcecados pelos “gostos” nas redes sociais e que se libertem do medo de não serem aceites pelo que são.
O apelo do papa surge na mensagem para o Dia Mundial da Juventude, que a Igreja Católica celebra a 25 de Março.
Francisco disse ainda que muitos jovens se sentem hoje “perturbados por tantos medos” e que, em muitos, “há um profundo medo de não ser amado e de não ser aceite pelo que é”.
“Hoje, muitos jovens sentem-se compelidos a ser diferentes do que realmente são, adaptando-se a padrões geralmente artificiais e inalcançáveis”, acrescentou.
Por essa razão, escreve o pontífice, “fazem o retoque fotográfico contínuo” da sua imagem, escondendo-se atrás de máscaras e falsas identidades”.
O papa, que geralmente usa linguagem coloquial e novas tecnologias quando fala com jovens, também acrescentou que muitos estão obcecados com a quantidade de “gostos” que recebem nas redes sociais.
Como auxílio aos momentos de “dúvidas e medos”, o papa propôs “discernimento” para “colocar ordem na confusão de pensamentos e sentimentos e agir de maneira justa e prudente”.
O papa convidou ainda os jovens a conviver mais uns com os outros, não se “barricando” em espaços fechados para se defenderem “de tudo e de todos”.
“Não deixem, queridos jovens, o brilho da juventude se extinguir na escuridão de uma sala fechada, na qual a única janela para ver o mundo é o computador e o ‘smartphone’”, aconselhou.

Comentários

Você está ouvindo

Cruzeiro FM 92,3 Mhz

A número 1 em jornalismo