Islândia é primeiro país a tornar ilegal pagar salário menor a mulheres

Publicado por departamento de Jornalismo Cruzeiro FM 92,3 em 03/01/2018

O país que lidera a lista lugares mais igualitários quanto a gênero não poderia fazer diferente. A Islândia foi o primeiro país do mundo que tornou ilegal a prática de pagar menos para uma pessoa pelo simples fato de ela ser mulher.
A lei que já está em vigor desde o dia primeiro é válida tanto para o setor público quanto para o privado com mais de 25 funcionários. Para não ser multado, o empresário islandês terá de conseguir um certificado de igualdade salarial.
A pretensão do ministro Igualdade e Assuntos Sociais, Thorsteinn Viglundsson, é “garantir que homens e mulheres desfrutem da igualdade de oportunidades no local de trabalho. É nossa responsabilidade tomar todas as medidas para conseguir isso”.
O país estima que as disparidades salariais estejam extintas em 2022.

Comentários

Você está ouvindo

Cruzeiro FM 92,3 Mhz

A número 1 em jornalismo