Alec Baldwin fala pela 1ª vez sobre morte de diretora: ‘Choque e tristeza’

Publicado por departamento de Jornalismo Cruzeiro FM 92,3 em 22/10/2021

O ator Alec Baldwin, de 63 anos, falou pela primeira vez nas redes sociais sobre a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, no set do filme Rust, no estado norte-americano do Novo México, que ocorreu nesta quinta-feira (21). O astro disparou uma arma cenográfica e acidentalmente matou a cineasta e deixou um diretor ferido.

“Não há palavras para expressar meu choque e a tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e colega de trabalho. Profundamente admirada. Estou cooperando totalmente com a investigação policial”, escreveu o ator.

Por fim, Baldwin afirmou que está em contato com a família da cineasta. “Estou em contato com o marido dela, oferecendo meu apoio a ele e sua família. Meu coração está partido pelo marido, filho e por todos que amavam a Halyna”, completou.

O acidente

O ator Alec Baldwin disparou uma arma cenográfica que matou uma mulher e deixou um ferido, nesta quinta-feira (21), no set do filme Rust no estado americano do Novo México, informou o gabinete do xerife do condado de Santa Fé.

“O gabinete confirma que os dois indivíduos baleados no set de Rust foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin”, detalha o comunicado.

Hutchins “foi transportada de helicóptero para o Hospital da Universidade do Novo México, onde foi declarada morta pela equipe médica”, acrescenta o texto.

O diretor Joel Souza, de 48 anos, ficou ferido e foi transportado de ambulância para um centro médico para tratamento de emergência, mas já teve alta. O incidente ocorreu no Bonanza Creek Ranch, uma famosa locação de filmes nos Estados Unidos.

Com informações do Portal R7

Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Comentários

Você está ouvindo

Cruzeiro FM 92,3 Mhz

A número 1 em jornalismo