Editorial: O prédio é nosso! (17/09/2021)

Publicado por departamento de Jornalismo Cruzeiro FM 92,3 em 17/09/2021

Em meados do próximo ano, a população de Sorocaba deverá contar com o prédio do Fórum Velho, mais a praça Frei Baraúna, no Centro de Sorocaba, restaurado e pronto para uso.

A garantia foi dada pelo prefeito Rodrigo Manga durante entrevista, nesta semana, na rádio Cruzeiro FM, a respeito de um tema que balançou as estruturas de artistas e profissionais da cultura, bem como da população de um modo geral.

Na sexta-feira passada, dia 10 de setembro, o governo de São Paulo veio com a notícia de que havia colocado à venda o prédio histórico e tombado pelo Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico de Sorocaba.

Esse processo de tombamento foi concluído em 2012 depois de 15 anos de espera.

Um edital de concorrência chegou a ser aberto pela Comissão Especial de Licitação da Secretaria de Orçamento e Gestão do Governo do Estado de São Paulo, com certame marcado para o dia 27 de outubro.

O imóvel está avaliado em 1 milhão e 700 mil reais.

Não precisamos nem dizer que essa informação da venda caiu feito bomba na comunidade cultural; tanto assim que, no sábado, um abraço simbólico foi dado em torno do imóvel por artistas da cidade.

E, não poderia ser diferente tal reação, já que por cerca de duas décadas o conhecido Fórum Velho abrigou a Oficina Cultural Grande Otelo, onde muitas atividades culturais importantes aconteceram, tais como cursos gratuitos de cinema, artes plásticas, literatura e escrita criativa, além de outros projetos como o Terra Rasgada e o Projeto Guri.

Com as obras iniciadas em 1937, o imóvel foi inaugurado em 1946 e serviu, até o início da década de 1970, como prédio do Fórum de Sorocaba.

São 1.509 metros quadrados de área construída em um terreno no centro de Sorocaba com aproximadamente 2 mil metros quadrados de muito valor imobiliário e, principalmente, cultural e histórico para a cidade.

Sob o discurso de que imóveis do estado parados e sem uso devem ser vendidos, a justificativa do governo estadual para a venda do prédio do Fórum Velho se consolidava.

Porém, sob outra afirmação, de que o atual governo de São Paulo tem uma postura de gestão municipalista, o vice-governador Rodrigo Garcia voltou atrás e concedeu a Sorocaba a posse do  Fórum Velho.

O melhor disso tudo é que a doação ocorre sem custo algum para o município.

Assim, uma força-tarefa será necessária junto à inciativa privada, para que as coisas possam, de fato, acontecer no período de oito meses, conforme declarou o prefeito Rodrigo Manga.

De certo, não haverá dificuldades, já que em outra ocasião, por exemplo, a Associação Comercial de Sorocaba havia manifestado interesse em assumir o prédio e restaurá-lo, porém, naquele momento, havia entraves burocráticos.

O prédio está fechado desde 2014 e, mais do que nunca, precisava de um destino certo e digno, uma vez que a atual situação da construção é bastante comprometedora para a imagem turística do município.

É bom lembrar que a venda do Fórum Velho só foi cancelada pelo governo estadual devido às manifestações populares; à atuação rápida e certeira da deputada estadual Maria Lúcia Amary que, imediatamente, ao tomar conhecimento da questão, reuniu-se com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, para garantir a doação ao município; e à iniciativa do prefeito Rodrigo Manga em assumir o edifício.

Agora é fato: o prédio é nosso e cabe às autoridades públicas, com o apoio da iniciativa privada, iniciar o quanto antes o processo de revitalização do Fórum Velho e de toda a praça, a fim de valorizar a região e aquele patrimônio tão importante para a cultura sorocabana.

Em um primeiro momento, Manga afirmou que o prédio será destinado para uso entre as secretarias da Educação e da Cultura.

Segundo ele, a ideia é que a praça Frei Baraúna, que ladeia o Fórum Velho, também seja usada para eventos culturais, estimulando o lazer na cidade e a reunião das famílias sorocabanas em mais um espaço cultural.

De acordo com o secretário da Cultura, Luiz Antonio Zamuner, é essencial sabermos o quanto esse prédio é importante para a população pelo viés da cultura.

Ele informou que já há projetos prontos sobre como o prédio poderá ser usado futuramente e destacou que outras pastas  poderão utilizar o local; para tanto, uma comissão será criada com a finalidade de tratar esse tema.

Estão de parabéns todas as forças vivas que, de alguma forma, contribuíram para que Sorocaba absorvesse plenamente seu prédio de valor histórico e cultural, provando que o município valoriza suas coisas e sua gente.

Cruzeiro FM, número um em jornalismo!!!

Comentários

Você está ouvindo

Cruzeiro FM 92,3 Mhz

A número 1 em jornalismo