Polícia Civil suspende greve no Rio Grande do Norte

Publicado por departamento de Jornalismo Cruzeiro FM 92,3 em 10/01/2018

Após 21 dias de paralisação, os Policiais Civis do Rio Grande do Norte voltarão a atender a população normalmente. O comunicado foi divulgado nesta terça-feira (9) pelo Sindicato dos Policiais Civis do estado (Sinpol-RN).
De acordo com o sindicato, o governo estadual enviou uma proposta de compromisso para quitar os salários de dezembro, que ainda estão em aberto, até sexta-feira (12). O Sinpol ressalta ainda que, se até o dia 15 de janeiro os pagamentos não sejam feitos, a categoria retomará a paralisação que começou no dia 20 de dezembro.
Os Policiais e Bombeiros Militares ainda mantêm a greve. Na última quinta-feira (4), as associações que representam as categorias entregaram ao comando da PM e ao governo do estado 18 reivindicações. Além da quitação dos débitos em aberto, exigem que não haja procedimentos disciplinares contra os militares que aderiram ao movimento, considerado ilegal pela Justiça.
O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Farias (PSD), decretou estado de calamidade na segurança pública no último sábado (6). O decreto, de acordo com o gestor, tinha como objetivo facilitar a compra de equipamentos para os policiais, que também reivindicam melhores condições de trabalho.
Desde a paralisação, a Força Nacional e as Forças Armadas foram acionadas para garantir a segurança no Rio Grande do Norte. Desde o início da greve, o estado sofreu com a violência e crimes como roubos, assaltos e homicídios.

Comentários

Você está ouvindo

Cruzeiro FM 92,3 Mhz

A número 1 em jornalismo